akira umeda

O paulistano Akira é formado em história e tem sua trajetória profissional construída na área das artes. Desde os anos 80, produz músicas que passam por diversos estilos, um verdadeiro tesouro a ser apreciado para amantes da música eletrônica. Seu set de hoje possui 39 faixas que passam pelo house de Terre Thaemlitz até as texturas etéreas de William Basinski.
uma resenha do artista Akira Umeda sobre o livro O Soldado Nu, de Éden Peretta, especialmente autorizado para JOJOSCOPE. texto originalmente escrito em 2014.
exposição “shunga: serenos e ofegantes”, de gal oppido. galeria lume, rua gumercindo saraiva, 54, jardim europa, são paulo sp, de 25/11/2020 a 20/02/2021, seg. a sex. das 10 às 19h, sáb. das 11 às 15h. participação como performer em fotografias de gal oppido.
publicação/livro “intoxicações poéticas da carne”, de christine greiner e gal oppido, lançado pela n-1 edições em 25/11/2020. participação como performer em fotografias de gal oppido.
arquivos de áudio com duração de 60 minutos compostos de fontes sonoras variadas formando material de tom críptico. a série “programa”, iniciada em 2020 e em andamento, simula e almeja transmissões de rádio. até o momento, vêm sendo armazenados na plataforma mixcloud como podcasts de acesso aberto.
“como a arte interpreta o mundo do isolamento?” participação com obra digital da série “política de corpos/isolamentos” (2020) da exposição “queerentena”, organizada pelo museu da diversidade sexual/governo do estado de são paulo. artistas selecionados: patrícia baik, sabrina savani, vantees, eduardo mauer, gabriel darcin, tata barreto, emily lumbreras, erick frança, vinícius monção, chico monteiro, marcelo prudente/pedro orlando, rick rodrigues, fernanda degolin/jéssica crusco de queiróz, maysa sigoli, andrés carmo, andrógino (alan piter), júlia aiz, cheo gonzáles, carolina lobo/catarina vaz, stephanie gaddi pollo, leiner hoki, lualeo, rodrigo kupfer, joice mendes, gabriel tantacoisa, keila orona, coletivo haus of x, caju, chica vamo e akira umeda. aberta em 25/05/2020.
sessão fotográfica para o projeto ”shunga: serenos e ofegantes”, de gal oppido, com rosa maria wu e carlos al cunha (carlucho), e assistência de luciano milano filho. à esquerda: gal oppido, rosa maria wu, carlos al cunha (carlucho) e akira umeda, fotografia de luciano milano filho. à direita: carlos al cunha (carlucho) e akira umeda, fotografia de gal oppido. 12/03/2020.
sessão fotográfica para o projeto ”shunga: serenos e ofegantes”, de gal oppido, com leticia kamada, patricia yui e taymara sayuri, e assistência de luciano milano filho. à esquerda: leticia kamada, patricia yui, taymara sayuri, akira umeda, luciano milano filho (em pé, ao fundo) e gal oppido (deitado). à direita: akira umeda, fotografia de leticia kamada. 01/10/2019.
lançamento do single “sjc” pelo selo sanja records na plataforma spotify. gravado em dezembro de 2018, com instrumentos e produção de bruno ishisaki, voz de akira umeda e samples de falas de edugayr dacosta. disponível para streaming a partir de 10/01/2019.
sessão fotográfica para o projeto “shunga: serenos e ofegantes”, de gal oppido, com alyssa ono e fernando sagawa. à esquerda: fernando sagawa, akira umeda e alyssa ono. à direita: alyssa ono, fernando sagawa e akira umeda. fotografias de gal oppido. 16/01/2018.